Nossa Fé

Nossa Fé


O Candomblé é uma religião de matriz africana, fundada na diáspora forçada que transferiu cerca de 5 milhões de africanos escravizados ao Brasil, em um período de 300 anos.

Os diferentes povos africanos escravizados que passaram a habitar o “novo mundo”, trouxeram consigo suas crenças, seus saberes e cultura. No caso do Candomblé, sua construção é resultado da chegada de diferentes sacerdotes dos cultos tradicionais de diferentes povos africanos, em particular os povos de Angola (bantus), os povos do Daomé (jejes) e os povos Iorubas (Nagôs, a maioria pertencentes a nação Ketu) que reunidos pela escravidão, decidiram constituir um sistema único de culto, resistindo a imposição da religiosidade católica.

Desse modo, se constituíram as diferentes nações do Candomblé: Nação Angola, Nação Jeje e a Nação Ketu. O Ilê Axé Obá Adákédájó Omí Aladò é uma comunidade tradicional de Nação Ketu.

As comunidades tradicionais de terreiro se constituem como verdadeiros quilombos. Se trata de um território existencial e físico onde os saberes ancestrais dos povos africanos sao preservados e ensinados, onde a história e cultura afro-brasileira é transmitida e sua dignidade é defendida.

O Candomblé de Nação Ketu

A religiosidade Ioruba pauta-se no culto aos ancestrais. O Deus supremo é denominado Olódùmarè. Os Orixás são ancestrais remotos dos homens, divinizados nas forças da natureza, e designados por Olódùmarè para acompanharem e apoiarem a vida dos seres humanos e o cumprimento de seus destinos.

A cultura que baseia o Candomblé é agrafa e os saberes são transmitidos de geração em geração de forma oral. Nesse sentido, a palavra é sagrada e deve ser mobilizada com equilíbrio e sabedoria. A cultura de axé tem como princípio hierárquico a senioridade. A noção de velhice é um valor. Assim, o mais velho, tido como mais sábio e experiente, ocupa os postos hierárquicos mais importantes, e tem o papel fundamental de orientar e acolher aos mais novos.

Alguns dos princípios/virtudes básicas que fundamentam a religião são: a coletividade e equilíbrio na relação entre homens e natureza, a bondade, o respeito, o comprometimento com a justiça e a verdade, a paciência e o bom caráter.

O primeiro terreiro de Candomblé Nação Ketu foi fundado por três princesas africanas, oriundas do reino de Oyó, na Nigéria: Iyá Detá, Iyá Kalá e Iyá Nassô sendo apoiadas por dois Babalaôs, Baba Assiká e Bangboxê Obitikô, aos finais do século XIX, na Barroquinha. Dessa raiz, se desdobraram diversas famílias de axé espalhadas por toda Bahia e posteriormente, todo Brasil.

Comments are closed.